nome fantasia

Nome fantasia, o segredo para se destacar no mercado

Neste exato momento, milhares de brasileiros estão pensando em empreender. Certamente, uma das coisas em que eles mais pensam é na escolha do nome fantasia do seu negócio.

Afinal, é assim que o consumidor o conhecerá.

Podemos dizer que esse é um dos primeiros desafios da jornada empreendedora, e está logo na fase inicial, juntamente com a elaboração do plano de negócios.

Ninguém abre uma empresa sem nome, certo?

Se você está perdido e não sabe por onde começar, não se preocupe! Preparamos dicas infalíveis que o ajudarão a se destacar no mercado. Acompanhe!

O que é nome fantasia?

O nome fantasia é aquele pelo qual o público em geral conhece uma empresa. Ou seja, o título que a identifica no mercado, sendo muito usado em suas ações de marketing e de divulgação. 

Também conhecido como nome comercial, ele pode ou não ser igual à razão social da empresa — o nome legal da pessoa jurídica. Por isso, muita gente confunde esses dois termos.

Para não errar: nome fantasia x razão social!

De forma simples e prática, o nome fantasia é o nome popular da empresa, a marca que é divulgada para o consumidor e está na sua fachada e redes sociais.

Já a razão social é o seu nome legal, registrado no cartório ou junta comercial, presente em contratos e na nota fiscal, por exemplo.

Como destacamos, eles podem ser iguais, embora existam mais algumas regras para determinar a razão social, como a identificação do tipo de negócio — MEI, ME, EPP, LTDA e SA. Veja alguns exemplos e entenda de vez:

  • “Coca Cola” é nome fantasia, já “Coca Cola Indústrias Ltda” é sua a razão social;
  • “Samsung” é nome fantasia, já “Samsung Electronics Co., Ltd.” é a sua razão social;
  • “Magazine Luiza” é nome fantasia, já “Magazine Luiza SA” é a sua razão social.

Como escolher um bom nome fantasia?

Transformar uma ideia em um negócio rentável é um verdadeiro desafio, mas o brasileiro está acostumado a isso.

Somos um país de empreendedores e estamos sempre buscando maneiras de mudar o mercado e o mundo ao nosso redor.

Se você decidiu investir no sonho de ser dono do próprio negócio, precisa estar preparado para uma série de responsabilidades.

Agora, vamos te ajudar a escolher um nome fantasia capaz de colocar sua empresa em destaque e atrair mais clientes. Confira algumas dicas infalíveis!

Pense no seu ramo de atuação

A primeira grande dica é ter em mente o ramo de atuação em que atuará. Afinal, o nome escolhido não pode gerar confusão no consumidor e precisa apresentar seu negócio logo no primeiro contato.

Se você vê uma placa escrito “Pães de Ouro”, já sabe que tipo de produto a empresa oferece, não é mesmo?

Obviamente, isso não significa que você precisa se limitar, pois é possível criar marcas que não geram uma associação direta, mas que são fortes e marcantes.

O que não pode acontecer é uma fábrica de sapatos sociais masculinos se chamar “Joãozinho Modas”. Percebe que a ideia é estranha e não favorece a divulgação do seu produto?

Escolha um nome fácil de falar e de memorizar

Outra dica de ouro para quem está escolhendo o nome de seu negócio é optar por nomes simples.

Então, nada de ideias difíceis de serem pronunciadas! Isso atrapalha seu posicionamento no mercado, já que o cliente pode ter dificuldades de memorização.

Aliás, já pensou em como pode ser ruim na hora de pesquisar na internet ou nas redes sociais ou de indicar para um amigo?

Se o cliente não sabe pronunciar ou escrever o seu nome fantasia, é possível que sua empresa perca vendas.

Cuidado com nomes com duplo sentido

A escolha do nome comercial de um negócio deve ser conduzida com seriedade e responsabilidade.

Afinal, termos e expressões ambíguas podem gerar confusão e prejudicar sua imagem.

Sendo assim, a dica é fazer uma seleção criteriosa de possíveis ideias e verificar se elas não contêm duplo sentido.

Outra estratégia interessante é observar se o nome tem traduções negativas e que possam gerar transtornos no futuro.

Tenha um olho no futuro

Sonhar grande e pequeno exige o mesmo esforço, não é mesmo? Sendo assim, é importante ter um olho no futuro e imaginar que sua empresa pode crescer bastante e conquistar novos mercados e consumidores.

Por isso, na hora de escolher o nome não crie limites para o seu negócio. Colocar o nome do bairro ou da cidade em que ele está localizado dentro do nome fantasia não é uma boa ideia, pois exigirá ajustes caso ele cresça.

Seja original e não copie outra empresa

Jamais copie o nome fantasia de outra empresa. Acredite: o consumidor não vê isso com bons olhos!

Na verdade, a prática prejudica sua credibilidade e pode gerar a impressão de que você não tem nada de inovador a oferecer, ou seja, “é mais do mesmo”.

Em um mercado tão competitivo, ter um diferencial é indispensável. Se você copia o nome, além de reforçar que o seu concorrente é bom, está afetando sua própria imagem.

Portanto, libere sua criatividade e seja original.

Deixe os modismos de lado

Nossa última dica está relacionada aos modismos. O ideal ao criar um nome fantasia é que ele seja atemporal e possa fazer sentido daqui a 30, 50 ou 100 anos.

Infelizmente, muitos empreendedores inexperientes não entendem isso e acabam escolhendo nomes que estão “na moda”, com referências a músicas da época e até copiando empresas de novelas e filmes.

Mais uma vez, seja diferente! Se esforce e perca o tempo que for preciso nessa etapa. Não tenha pressa para escolher um nome, pois é para ele que os holofotes apontam.

Conclusão: um bom nome fantasia te faz crescer!

Com tantas responsabilidades e decisões a tomar, a escolha do nome fantasia pode não receber a atenção que merece.

No entanto, como vimos ao longo do post, ele é importante e pode ampliar suas chances de crescer e vender mais.

Por isso, coloque em prática o que aprendeu e, se precisar, procure a ajuda de profissionais.