Condições Inseguras

Condições Inseguras: veja o que são e como identificá-las

Verificar as condições inseguras no ambiente laboral faz parte de uma completa consultoria em segurança do trabalho. Porque são elas que proporcionam as chances de riscos de acidentes ou doenças no campo trabalhista. 

Mas como podemos identificar as condições inseguras? Porque como elas estão em vários lugares, naturalmente é mais difícil saber quais são elas. Contudo, quando o assunto é segurança no trabalho, essa vistoria precisa ser realizada. 

Porque os acidentes de trabalho ocorrem em decorrência de uma série de fatores que precisam ser monitorados. Ou seja, eles não acontecem por acaso. 

O que são condições inseguras?

As condições inseguras no trabalho são todas as deficiências que estão presentes no ambiente laboral e que colocam em risco a integridade física ou até mesmo a vida do trabalhador. 

Porque elas criam chances para que ele se acidente, causando danos à sua saúde física ou até mesmo tirar a vida. 

Ou seja, um acidente trabalhista é uma consequência da existência das condições inseguras.

De acordo com a  Lei 8213/91, que trata sobre disposições do Plano de Benefícios da Previdência Social, a empresa é responsável pelo uso de medidas individuais e coletivas de segurança e saúde do trabalhador. 

Portanto, se uma empresa mantém os atos e condições inseguras para os trabalhadores, está descumprindo a legislação. Com isso, pode ser punida e pagar multas. 

A Teoria dos Dominós

O termo de condições inseguras é ilustrado por meio da Teoria dos Dominós, ou Teoria de Heinrich

O pioneiro da segurança industrial americana, Herbert William Heinrich, desenvolveu estudos que apontaram os acidentes de trabalho como resultado de uma cadeia de condições e atos inseguros. 

Para ilustrar isso, ele usou o exemplo de uma fila de pedras de dominó. Cada uma foi denominada como uma condição insegura ou um ato inseguro. A ideia é mostrar que cada um antecede a ocorrência de um acidente. 

De acordo com a teoria do dominó, os acidente e a lesão seriam causados pela

junção dos eventos encadeados, incluindo os atos e as condições inseguras. 

A sua ocorrência significa que algo está errado no sistema de segurança do trabalho aplicado pela empresa. E por isso, identificar esses riscos contribui para evitar futuros transtornos. 

E como fazer essa prevenção? Para entender mais sobre as condições inseguras, acompanhe a leitura deste post. 

Diferença entre atos e condições inseguras

Os profissionais de segurança no trabalho compreendem que atos e condições inseguras são situações que apresentam os riscos de acidentes no ambiente trabalhista. Apesar dos termos serem parecidos, eles tem os seus diferenciais. 

Os atos inseguros estão relacionados à falha humana. Isto é, quando há uma interferência direta ou indireta do trabalhador ou equipe. 

Podem ser entendidos como atos inseguros:

  • uso de máquinas sem autorização;
  • manuseio errado;
  • recusa do uso do equipamento de segurança;
  • improvisação;
  • operar máquina e equipamentos com distração ou sono;
  • consumo de bebidas alcoólicas na operação;
  • não usar cinto em atividades que envolvam altura.

Por outro lado, as condições inseguras são situações que colocam a vida e a integridade física dos colaboradores, sem a interferência do trabalhador.

Elas incluem:

  • falhas técnicas;
  • irregularidades na estrutura;
  • má iluminação;
  • temperatura elevada;
  • ambiente sem ventilação;
  • não fazer manutenção de equipamentos;
  • danificação no piso;
  • falta de equipamento de segurança;
  • falta de vistorias;
  • locais com risco de incêndios ou explosão;
  • falta de sistemas de proteção coletiva – EPC.

Vale lembrar que não se deve confundir as condições inseguras com os riscos ocupacionais presentes em determinadas atividades, como por exemplo, o trabalho em alturas ou com eletricidade. 

Ainda de acordo com a Lei 8.213/1991 no artigo 19, é determinado que um acidente de trabalho é aquele que acontece devido ao exercício do serviço prestado para empresa ou pelo exercício do trabalho dos segurados.

Como evitar as condições inseguras? 

Evitar a existência das condições inseguras é responsabilidade das empresas. Ela deve oferecer todas as circunstâncias adequadas para que os colaboradores cumpram as suas funções. 

Quando há falha neste processo, o risco da ocorrência de acidentes ou doenças relacionadas ao trabalho aumenta. 

Mas existe uma forma de evitar essas condições inseguras? Sim, a principal delas é a vistoria constante do ambiente de trabalho. 

Por meio de uma auditoria de segurança, é possível assegurar que as exigências de processos operacionais e gerenciais estão sendo cumpridas pela empresa. 

A auditoria ajuda na identificação de quais são os agentes de riscos existentes na empresa e de que forma eles podem ser eliminados.

Essa eliminação ocorre por meio de melhorias nas condições de saúde, segurança e higiene no ambiente para todos os colaboradores. 

Outra forma de evitar as condições inseguras é com programas preventivos para identificar os riscos em potencial. 

Neles, os técnicos e trabalhadores são orientados a conscientizar os colegas nos comportamentos e identificação de condições inadequadas no local de trabalho.

Muitas vezes, ao monitorar a empresa, parece ser difícil identificar a existência de uma condição insegura. Contudo, elas podem estar onde menos se imagina!

Situações consideradas, em muitos casos, como “normais” na verdade escondem uma grande insegurança para os trabalhadores.

Sabe aquele ambiente de trabalho que está desorganizado e sujo? Ele é considerado inseguro para a atuação de um trabalhador.

Assim como instalações elétricas que estão danificadas, locais com pouca iluminação, rachaduras nas paredes, telhados caindo, entre outros exemplos simples. 

Ou seja, as condições inseguras estão presentes em diversas formas no ambiente trabalhista. E por isso, cabe à empresa evitá-las, tornando o local de trabalho mais seguro aos colaboradores. 

Porque quando se investe em projetos para a segurança e saúde do trabalhador, a empresa proporciona não apenas um ambiente mais seguro aos colaboradores, como também contribui diretamente em sua qualidade de vida, reduzindo os afastamentos. 

Agora que você conhece mais sobre as condições inseguras e como identificá-las, não esqueça de buscar um profissional em caso de dúvida ou da necessidade de serviços especializados. 

E não deixe de acompanhar os nossos conteúdos, com mais informações e dicas sobre a gestão inteligente em segurança e saúde do trabalhador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *